30 de jun de 2010

A vida tão simples é boa.

Não consigo incorporar o link do video mas hoje cantei; Diamonds On The Inside porque eu acho a cançao que mais vale a pena do Ben. Entao segue a traduçao pra quem nao e perito no ingles.Ok.

Feita de Diamantes
Conheci uma garota
Seu nome era "verdade"
Ela era uma péssima mentirosa
Não conseguia passar um dia sozinha
Mas era insaciável
Quando se tem tudo
Tem-se tudo para perder
Ela fez para si
uma cama de pregos
E está pensando em usá-la
Mas ela era feita de diamantes
Ela era feita de diamantes
Diamantes
Uma vela lança sua luz escuridão adentro
Num mundo cruel assim brilha o bem
Certifique-se de que a fortuna que você procura
É a fortuna de que precisa
Diga-me por quê o primeiro a pedir é sempre o último a dar, tudo
O que você diz da boca para fora
Volta para você
Ela era feita de diamantes
Ela usava diamantes por dentro
Diamantes
Como para um soldado no meio do tiroteio
Qualquer mudança é um alívio
Que o nome da doadora permaneça anônimo
Pois ela é apenas uma ladra generosa
Ela era feita de diamantes
Ela usava diamantes por dentro
Ela usava diamantes
Ela era de diamantes
Ela usava diamantes
Diamantes


A Karol disse que gosta das musicas então vou colocar as da playlist nestes ultimos tempos. De todos os tempos nos meus tempos de ca.
Só pra variar o assunto, ok?


. Esconda-me na nuvem do David Quilan
. Maria Maria a letra insuperavel do Milton Nascimento cantada na voz da pimentinha Elis
.Encontro e Linda Rosa da Maria Gadu. #balanoalvo
.Teus Olhos da Ivete com o master Marcelo Camelo
.Esperando Aviões do queridinho Vander Lee #balanoalvo
.Ferrugem, Nem um Dia e Amor Puro do que me faz chorar todo dia, Djavan
.The Truth da India Arie (indicada pela Karol, alias a delicinha cremosa da Karol )
.Alma Nua do Vander Lee
.Daughters do John Mayer
.Those Sweet Words da levinha Norah Jones
.My Girl cantada na voz do Tiago Iorc

Sao essas ai.

29 de jun de 2010

O feio vício da inveja

A inveja é um vício feiíssimo, secundado pelo ressentimento. Juntos preparam dois caminhos; um para o ridículo e outro para a falta de respeito por si mesmo, só pra começar.
Aceitamos muito mal o sucesso alheio, amizade alheia, a inteligência, a segurança alheia, a aparência alheia, a alegria alheia, o amor alheio, e por fim o alheio. Quando não gostamos da nossa própria vida, odiamos pensar que alguém esteja contente com a sua. Supervalorizamos o momento bom do outro, não o curtimos com ele, mas como se isso o tornasse maior, ou melhor, que nós, o tratamos como réu; culpado de não fracassar, não ser vaiado, não ficar sozinho e tantas outras coisas. Esquecemo-nos de como a nossa vida esta, não paramos em frente ao espelho, não nos questionamos, não investimos em nós, nos nossos amigos, não mudamos nada, não ampliamos, não lemos um livro, não oramos, não nos sujeitamos à vontade do mestre, simplesmente paralisados ficamos a julgar e a esperar que a vida do alheio passe por nós como folhetim de tão viciados que nos encontramos.
A mim em geral me diverte um pouco observar estas coisas, mas ás vezes me espanta. Sou cortes e delicada, porque ainda há tempo para toda delicadeza possível.. Não quero com o texto, alfinetar você.
Quero dizer que cansei que chorei e que não me calei!
Somos igualmente dignos de respeito.
Mas há quem não consiga deixar o feio vício.
Ai de nós.
Peça socorro. Jesus é a cura beiber!

21 de jun de 2010

Para uma mulher como um passarinho.




PS; oh meu Pai da-me o direito de dizer coisas sem sentindo..
De não ter que ser perfeito
Pretérito sujeito, artigo definido.
De me apaixonar todo dia
E ser mais jovem que meu filho
De ir aprendendo com ele
A magia de nunca perder o brilho
...
Viver menino.
Morrer poeta.