20 de fev de 2009

Cantemos.

Não Da pra dizer muita coisa diante disso;





Algumas partes. Algumas.


.

Ps: penso, penso e ps... ???

13 de fev de 2009

I know its good..








Olha, o que eu vou dizer aqui pode até parecer um pouco sem sentido, é fora do meu estilo, blablablablablá, mas tô com vontade, então vamos em frente. Ultimamente tenho ficado muito feliz de constatar como é bom descobrir que as relações que plantamos com amor florescem coisas lindas lá na frente.

As situações na vida, geralmente, são muito mais simples do que achamos, e muitas vezes nos preocupamos demais com fatos que não tem tanta importância assim, problemas criados por nossas cabeças, ou mesmo supervalorizados por nossa irremediavel condição humana. Que pessimo ser humana demasiadamente humana.
Queria logo esse tempo novo em que teremos um novo corpo, um novo caminho..
nhe nhe nhe!

Nada como o tempo que passa, nosso amadurecimento pessoal e a chance de ver que o que foi tratado com carinho e honestidade, uma hora, te traz o mesmo carinho de volta. Às vezes de forma diferente do que pensávamos, mas indescritivelmente acalentador.

Entender o real sentido e a importância da resignação e do perdão são fundamentais. E sejamos otimistas. Se você quiser, tudo pode acabar bem.
É porque entendi que a FÉ move montanhas e tantas outras coisas.

Outra coisa;

Minha galera de meia dúzia de 10 leitores, sabe que não gosto de misturar as coisas e procuro sempre apresentar aqui uma opinião idônea sobre o que estou escrevendo.
Quando gosto eu digo o porquê, quando não gosto também digo, e assim nós – eu que escrevo e você que me lê – confiamos um no outro.

Sempre gostei de adotar mestres, é bom ter alguém que nos ensine alguém que nos eleve o olhar.
Alguém que nos mostre o novo, mas a onda por aqui deu uma batida na minha caixola que eu to muda e sem reação. Pelo menos reação de letras. A minha revolução agora é no campo do real...
( Obras, estão começando as obras..)


Enquanto o deixa q'eu te ligo pessoal da parte do Senhor não vem, meu “Captain my captain” atende pelo nome de Super Ego, é Francês e é mora em algum lugar dentro da minha caixola louca - como vocês ja sabem.

Algumas de suas pérolas:

“- Você está desbussolizada.”

“- A torneira do tempo está aberta.”

“- Hoje é sexta quase segunda.”

“- Difícil?? São só os 10 primeiros anos.”

“- Eu, se fosse você trocava de vida e ia viver.”

E uma que ouvi de autoria desconhecida, mas genial: “isso não nos afeta mais... a gente ainda é vintage temos la algum tempo pra perdoar !”

E quando eu digo... é a esse momento a que me refiro.

Olha gente o sentido de tudo isso não é deixar uma mensagem ao seu coração, nem nada do tipo.
Estou aqui apenas pra contar o que vi de la.
Oração e um pouco de verdade com lealdade vale a pena.
Agora é mãos a obra!

.


DTA.
v.i.s.c.o
Merci, Monsieur J.
.
Até já, pessoal.


PS: Nha para eu tenho vergonhaaa...
Mas fala de novo?!
Falaaaaa!
Ai que coisa linda!

Tinha que ter uma musiquinha pra fechar né?!
Essa é especial.
Vocês sabem da minha paixão beirando o escandalo pelo John Mayer?!
Gente, é coisa do tipo; alucinação por ele...
E o nivel das musicas?!
Nu!

Bisou






5 de fev de 2009

Medo.

Então estou aqui para escrever um pequeno texto, temi não conseguir escolher um assunto que agradasse “a gregos e baianos”. Pensei muito e só quando decidi não procurar temas, não forçar a barra, o pensamento fluiu e... bingo!

O medo!

O maldito medo seria uma boa opção, já que faz parte da nossa rotina, intensamente.
Olhei no espelho e lá estava ele, gelado. Vivo numa cidade um país e aqui convivemos diariamente com pistolas, polícia corrupta, homicídios, manchetes sangrentas, verdadeiras tragédias. A situação é tão grave que até uma criança se aproximando do vidro do carro é o suficiente para um certo pavor.

Onde chegamos...

Moro no mesmo lugar há anos e ao longo desse tempo o medo aumentou, a dose habitual cresceu, e ultimamente, sem estar de mãos dadas com o “mocinho” o sentimento passou.
Explico. Estou produzindo e trabalhando muito, deixando guardados sonhos e projetos de vida, pra levar as coisas com bom humor e grana, não consigo explicar o tamanho do medo, da insegurança que dá fazer algo tão arriscado. O medo foi de mala e cuia para minha casa. A convivência não tem sido muito fácil, estou aprendendo a tirar proveito desse frio na espinha: o medo que o medo dá...
Aproveito o impulso para ir adiante e buscar o novo.

Resolvi brincar de ciranda e girar... Ai me vem aquela frase na cabeça;
"Com você eu tenho coragem de não ter medo e ser feliz." Será?!
Abalou qualquer tipo de estrutura de uma conversa de bate/assopra, sabe aquele lance do bom policial e do malvado?
Tipo aquilo, só que em doses estratosférias.

Medo parece nocivo, mas é essencial, necessário! Aqui no Brasil, acho que perdemos a medida.A guerra em que vivemos (tráfico, corrupção, etc) não tem fim, a impotência, o ‘anestesiamento’ nada tem a ver com o medo que impulsiona. A adrenalina correndo nas veias, nos incentiva. A natureza nos oferece o medo bom. O resto é coisa do homem, que inventou a pólvora. E como conviver com o medo que dá se entregar? Se permitir? Ter voltado atras.. E o sentimento de estranhamento em certas situações deixam o medo em tamanhos estratosfericos. Gosto mesmo de medo em doses homeopaticas, aquele que da quando se pensa em alguém..
Eu ando entre tapas e beijos com os meus. he! he! he!
Brindando o bom medo, celebro minha restréia no blog, com um pedaço da letra da música do Lenine, que pelo visto tem usufruído muito bem dos seus também!

“(...)Medo de olhar no fundo
Medo de dobrar a esquina de ficar no escuro
De passar em branco, de cruzar a linha
Medo de se achar sozinho
De perder a rédea, a pose e o prumo
Medo de pedir arrego, medo de vagar sem rumo
Medo estampado na cara ou escondido no porão
O medo circulando nas veias
Ou em rota de colisão
O medo é do Deus ou do demo
É ordem ou é confusão
O medo é medonho, o medo domina
O medo é a medida da indecisão(...)”



.

2 de fev de 2009

Etmologia

Gente blogueira do meu coração, estava aqui passeando e dando um close na vida pela net ai achei mil indicaçoes de coisas e vi uma palavrinha mais de 12 vzs por ai.
Sabe qual era a tal palavra?
ENTUSIASMO.
Ai googlei a palavra e olhem só:

"A palavra entusiasmo vem do grego e significa ter um deus dentro de si.
Segundo os gregos, só pessoas entusiasmadas eram capazes de vencer os desafios do cotidiano.
Era preciso, portanto, entusiasmar-se.
E só há uma maneira de ser entusiasmado. É agir entusiasticamente!
Se formos esperar ter as condições ideais primeiro, para depois nos deixarmos possuir por Deus, jamais O deixaremos agir em nós, pois sempre teremos razões para adiarmos Seu agir.
Não é o sucesso que traz o entusiasmo, é o entusiasmo que traz o sucesso.

Entusiasmo é acreditar na nossa capacidade de fazer as coisas acontecerem,
de darem certo, de transformar aquilo que esta ao nosso redor.


Minha dica literaria para esse seu inicio de mes.

A Viagem do Elefante – Saramago
Bonequinha de Luxo – Truman Capote

Minha dica musical além da obvia Little Joy é a bandinha
Brasov -obrigada querido mister de Paiva- que chegou no email, tem até um link mas nao consigo coloca-lo aqui.. rrrrgh!
depois eu passo direitinho tudo.
Bom som.
Boa vibração.

Entusiasme-se!
(escrevi assim sem sei se ta segundo as novas regras do português, se estiver errado falem ok?)


.
Bisou


Ps: estou super ansiosa por uma coisa. mas depois conto pra voces. foi um sonho tão bom , mas tão bom que toda vez que me sinto assim feliz , da um medo.
Cr'emDeusPaiTodoPoderoso!

V.I.S.C.O medo.
v.i.s.c.o!