13 de fev de 2009

I know its good..








Olha, o que eu vou dizer aqui pode até parecer um pouco sem sentido, é fora do meu estilo, blablablablablá, mas tô com vontade, então vamos em frente. Ultimamente tenho ficado muito feliz de constatar como é bom descobrir que as relações que plantamos com amor florescem coisas lindas lá na frente.

As situações na vida, geralmente, são muito mais simples do que achamos, e muitas vezes nos preocupamos demais com fatos que não tem tanta importância assim, problemas criados por nossas cabeças, ou mesmo supervalorizados por nossa irremediavel condição humana. Que pessimo ser humana demasiadamente humana.
Queria logo esse tempo novo em que teremos um novo corpo, um novo caminho..
nhe nhe nhe!

Nada como o tempo que passa, nosso amadurecimento pessoal e a chance de ver que o que foi tratado com carinho e honestidade, uma hora, te traz o mesmo carinho de volta. Às vezes de forma diferente do que pensávamos, mas indescritivelmente acalentador.

Entender o real sentido e a importância da resignação e do perdão são fundamentais. E sejamos otimistas. Se você quiser, tudo pode acabar bem.
É porque entendi que a FÉ move montanhas e tantas outras coisas.

Outra coisa;

Minha galera de meia dúzia de 10 leitores, sabe que não gosto de misturar as coisas e procuro sempre apresentar aqui uma opinião idônea sobre o que estou escrevendo.
Quando gosto eu digo o porquê, quando não gosto também digo, e assim nós – eu que escrevo e você que me lê – confiamos um no outro.

Sempre gostei de adotar mestres, é bom ter alguém que nos ensine alguém que nos eleve o olhar.
Alguém que nos mostre o novo, mas a onda por aqui deu uma batida na minha caixola que eu to muda e sem reação. Pelo menos reação de letras. A minha revolução agora é no campo do real...
( Obras, estão começando as obras..)


Enquanto o deixa q'eu te ligo pessoal da parte do Senhor não vem, meu “Captain my captain” atende pelo nome de Super Ego, é Francês e é mora em algum lugar dentro da minha caixola louca - como vocês ja sabem.

Algumas de suas pérolas:

“- Você está desbussolizada.”

“- A torneira do tempo está aberta.”

“- Hoje é sexta quase segunda.”

“- Difícil?? São só os 10 primeiros anos.”

“- Eu, se fosse você trocava de vida e ia viver.”

E uma que ouvi de autoria desconhecida, mas genial: “isso não nos afeta mais... a gente ainda é vintage temos la algum tempo pra perdoar !”

E quando eu digo... é a esse momento a que me refiro.

Olha gente o sentido de tudo isso não é deixar uma mensagem ao seu coração, nem nada do tipo.
Estou aqui apenas pra contar o que vi de la.
Oração e um pouco de verdade com lealdade vale a pena.
Agora é mãos a obra!

.


DTA.
v.i.s.c.o
Merci, Monsieur J.
.
Até já, pessoal.


PS: Nha para eu tenho vergonhaaa...
Mas fala de novo?!
Falaaaaa!
Ai que coisa linda!

Tinha que ter uma musiquinha pra fechar né?!
Essa é especial.
Vocês sabem da minha paixão beirando o escandalo pelo John Mayer?!
Gente, é coisa do tipo; alucinação por ele...
E o nivel das musicas?!
Nu!

Bisou






3 comentários:

Iana Coimbra disse...

Senhorita,

Ainda tô de férias e, depois de rodar um pouquinho, agora tô em BH. Se ainda quiser bater papo, é só ligar "de verdade" e combinar, ok? :)

Bjs.

Mari. disse...

Kd tu??
Manda noticias please...
bisuuu!!!

Pequena em Detalhes disse...

ain e como é bom construir relacionamentos que eu sei que vão ser pra sempre...
amo vc gatinha...
e vamo viscando que o trem ta feio...
mais esse fds vai ser LINDO!
tamo juntaaaaaaaaaaaaa