10 de abr de 2013

Olha o cara.





Ando angustiado demais, palavrinha antiga essa, angústia,décadas e batatinha de convívio cotidiano, mas ando, ando, tenho uma coisa apertada aqui no meu peito, um sufoco, uma sede, um peso, não me venha com essas histórias de atraiçoamos-todos-os-nossos-ideais, nunca tive “zariguim” de ideal nenhum, (mas me deram espelhos, e ... vi um mundo doente..) só queria era salvar a minha, veja só que coisa mais individualista elitista, capitalista, só queria ser feliz.

Nenhum comentário: