8 de jul de 2010

Sobre estar solteira.



Não é apologia, alfinetada, bandeira hasteada, repetiçao, explicação, não, não é nada disso.
Como vocês já sabem estou sempre contando do meu infinito particular, parafraseando a Marisa Monte..Rs.
Solteira, plena, cabeça cheia, dias leves, um trabalho delícia de tão difícil, coração quentinho, abraço pra caber, mãos que afagam, ouvidos para ouvir, uma boca com guarda, temor e tremor do Senhor, obediência, não conseguir gostar de chocolate, pânico de frases de efeito, não sou nenhum tipo de troféu, mas, favor do Senhor, bebo litros de café por dia, amo água tonica, vou a igreja sempre que puder, gosto de cantinho, do meu ninho, do meu secreto, quando crescer quero ser como a Rainha Ester, já vi e vivi cada coisa que só meu pai e minha mãe sabem, preciso perder alguns muitos quilos e a mãe do Lucas. No meio disso tudo um montão de outras coisas, voando nesse e noutro mundo passarinho, sentindo o vento no rosto, aprendendo ser cada dia o melhor que eu puder, e tendo espaço para isso, vendo a esperança como a melhor das oportunidades de que; O MELHOR VIRÁ!

UAU!

Não serei só a namorada de ninguém, serei uma só carne do cara que merecer, digerir e me fazer crescer.
Ainda bem que Cristo governa! E não faz as coisas do meu jeito.

Estar solteira é;
- Olhar a conta do banco; gorda, magra ou zerada, sair com os amigos e rir até a barriga doer.
- Ir ao cinema sozinha, derreter com as lagrimas toda a maquiagem, e voltar pra casa panda.
- Dormir cedo, dormir tarde e só ter que me ocupar de alguém que realmente valha a pena, se, e somente se, eu tiver vontade.
- Gastar todo meu dinheiro só comigo.
- Colocar pra comer uma pizza, meu vestido predileto sem me preocupar com o olhar alheio.
- Comprar presente do dia dos namorados pro meu pai e pro Lucas.
- Escrever cartinha de amor pro meu futuro marido.
- Me apaixonar todo dia pela poesia.
-Planejar minha viagem para a Europa.
-Marcar de ir pra fazenda, praia com meus amigos.
- Receber as meninas aqui e sentir isso a coisa mais importante do mundo.
- Ser a madrinha da Magrela.
-Receber ligação de quem eu achar que devo.
- Dançar com as minhas melodias, minhas musicas, no meio da sala e ser irremediavelmente alegre.
-Poder sair todos os dias pra fazer o que eu decidir fazer, e mesmo assim chegar no meu horário.
-Estar, sobretudo em paz com isso e muito muito mais!


ps:
I know a girl
She puts the color inside of my world
But she's just like a maze
Where all of the walls all continually change...
 
#Daughters

Nenhum comentário: