21 de jan de 2009

Cultura é o refinamento do espírito.

Frase de impacto ne?!
Peço licença ao Frei Betto para parafrasea-lo.

Olha, eu vou contar para vocês que o exercicio do blog ta fazendo uma revolução.
A net é um canal tão bacana de comunicação, tão amplo mas que as vzs parecia ser utilizado de uma maneira boba, sem razão.
De tudo o que eu tenho aprendido por aqui, ficou sem duvida a lição sobre como nos, seres humanos somos iguais e diferentes.
Nós desejamos ser felizes, abençoados, abençoadores, lucidos, batalhadores, amados, reconhecidos... Coisa pouca ne minha gente? Ha ha ha.

Uma pausa para uma pergunta se fez necessaria:

Me responda você ai que ta lendo esse blog, o dia que parou para falar somente obrigado com o Senhor? Ou um simples eis me aqui, me ajude a sonhar o que Tu desejas para mim?
Bom esse é o dia que eu estou parando pra isso. Nos ultimos tempos tenho me importado muito com o meu umbigo e só!
Como eu estava louca, absurdamente perdida e iludida.
Como Deus tem mais.
Felizmente, terminamos todos dividindo as aflicoes e os anseios nesse divã pós-moderno, irmanados na mesma mesa, com os mesmos anseios, divagaçoes e propostas de soluçoes!

UAU!

Costumo advertir os arguidores que me cercam sobre a finalidade dos blogs que:

'Estou apenas fazendo um passeio socrático.'

Diante de seus olhares espantados, explico: 'Sócrates, filósofo grego, também gostava de descansar a cabeça percorrendo o centro comercial de Atenas. Quando vendedores o assediavam, ele respondia: 'Estou apenas observando quanta coisa existe de que não preciso para ser feliz.''

Na net o que me basta é a troca maravilhosa. A oportunidade infinita de aproximação. O carinho de um email escrito para você. Um post bem colocado que nos faz chacoalhar ( ne Fabiola?) uma coisa I-relevante qualquer, um pequeno detalhe e ou apenas algo que nos nine.. que nos embale e nos mostre que o amor é real e possivel.
Por Deus e pelos companheiros.
Estou apenas observando quanta coisa existe de que preciso, e de que não preciso para ser feliz...

Obrigada à vocês que estão por aqui sempre.

Beeeeejo beeejo.
Mando beeejo mesmo.
Daqueles meus apertados e estalados!

Nenhum comentário: