18 de jun de 2012

Flake.

Quando o peregrino fica triste, achando tudo esquisito, fora de lugar, que tudo pode ser uma mentira, na cabeça mil tristezas e perguntas bobas. Mas não querendo magoar o passarinho dos mil cataventos.. vai ver sonhos invertidos: não pesadelos como imagens de espelho mostrando por antônimos o que você queria ver. Sua caixola contando que o coração ta bagunçado, saiu debaixo do manto de bondade e foi correndo pro outro canto da cidade.

O manto e grande, cabe. O dono do manto sara. E a segunda cintila bonita e ensolarada no meio do frio.


A panela de pressão não é minha! Volta pra casinha já pensamentos, seus malucos.

Ai vai ter sonhos assim; ver só o que e, e sao tantas, coisas coloridas!

Não brigue com a caixola: a verdade mais frágil saberá de você. Encontrara um caminho bonito. So que ele nao e breve, faz rasgar, apagar, faz doer, faz mudar.  E laaaa dentro você ja tem um lugar de plenitude pra morar.. #Jesus

Olha que coisa leve?! O céu mora dentro de você!

A vida anda tão boa, né? A semana nem começou e ja tem promessas lindas. A vida dependente da Cruz, as mil possibilidades todas novas embaladas no papel da, eu vou fazer uma surpresa pra voce. Jesus e assim. Um lindo sem fim.

Se eu conseguisse resumir esse sentimento, diria que ele é inversamente proporcional aos julgamentos rasos, esses que disparamos com tanta facilidade e azedume. As coisas nao sao escondidas. A gente segue. Olha pro sol e fica feliz em saber que ele brilha. E a lua... Jaja fica gorda outra vez. A lua brilha porque alta vive.
Passarinhos vivem no alto, longe dessa coisa toda de gente querendo gaiolas pra ele.

Parece que, ao contrário, quanto mais eu tento compreender, num exercício cotidiano de aproximação e humildade, mais eu me sinto feliz comigo mesma.

Então, vim pra te contar que quando você me ve ver, vai saber  da minha escrita, pois a fim de nunca esquecê-las, trago todas as minhas palavras na ponta da lingua.

Palavras, abraço, gesto, simples gestos de aceitacao e a oração.

A vida e linda. E nada para de acontecer um segundo depois que a lagrima cai.
O sorriso aberto, o vento dos cata-ventos.
O cata dor nao esqueceu, do que Ele sonhou.

Vou ali achar um sonho.

Correr, esperar, errar, cair, levantar...

É pouco.



Mas é o carinho nesse simples escrevinho.
 
Boa semana pra cada um que vive passando pelo meu ninho.
 
 Ouvindo o seu menino bonitinho do jack, olha ele;
 

 

Nenhum comentário: