27 de set de 2010

Nos meus zóissos.

-Mãe sabe o que o Leoão fez comigo la no zoloco?!
-Oiou dentro dos meus zoissos.

Como vocês sabem, esse é o Lucas. Lembrando dele, queria falar hoje sobre o olhar tá?!

Quando o olhar encontra abrigo no do outro voamos de balão pelo céu de lua gorda, compartilhada e tudo vai bem. Se esse tipo de contato é evitado ou por alguma força maior impedido, a indicação é de que algo se perdeu; está suspenso, quiçá protegido na redoma da individualidade e, lá, silenciado.
A mim parece uma forma peculiar de comunicação; algo se quer dizer, sem que se o diga de um modo possível de ser recebido. Algo é ouvido, pois a falta do olhar vale por um grito ou por uma estranha forma de silenciar. Não há quem fique alheio á descontinuidade na fluidez do contato. O dialogo não necessariamente se cala como não se interrompe totalmente o convívio. Mas a alegria, o sossego e a segurança dão lugar a incertezas, duvidas estranhamentos e temores. Como há uma comunicação, mas não pode ser decodificada, resta ao que foi deixado do lado de fora da redoma a tentativa de preencher o vazio com a imaginação, leia-se OPS! Há pessoas que, diante disso não suportam a humilhação e antecipam-se ao que supõem ser um incipiente abandono, organizam-se para sair de cena. Outros vão tentar preservar a qualquer custo o que já foi estabilizado.
É necessário abrir a situação com toda a clareza, expressar sentimentos, indagar, dispor-se a ouvir, promover uma nova espécie comunicação possível de ser entendida e assimilada. Numa situação como essa podemos aproveitar a preciosa oportunidade para um salto de qualidade nas relações.  Mas também é bem provável que haja um constrangimento, um sentimento de menos-valia, um temor de não ser merecedor ou merecedora da admiração do outro. Olhos que se retraem podem sonegar um aspecto da alma, mas também podem indicar a presença de temores relativos ao andamento das interioridades. Que nos tenhamos coragem de querer, de correr, de esperar, de sonhar e, sobretudo de viver. Só o dialogo sereno poderá clarear a situação. Se houver leveza tudo flutuará dentro daquele balão para as coisinhas tão mais lindas de sempre todo dia. Dia após dia.
Quem deseja se comprometer com esse caminho de fazer do olhar abrigo para os seus?!
Eu queeeero! Socorre Senhor, derrama em nós a Tua Gloria. Ajuda! Nos precisamos aprender a pagar o preço por aquilo que desejamos lá no fundinho do coração. 
Ensina-me! 

Olha a musica da dona bonitinha Nivea Soares também falando sobre olhar;
Há um lugar em ti onde não há temor
Onde eu quero estar pra sempre
Há uma vida em ti que eu preciso ter
Onde eu posso adorar pra sempre
Há uma luz que vem dos teus olhos de amor
Que sara toda dor da alma

Teu esplendor me atrai a ti Senhor
E eu quero beber dos teus rios

Não há melhor lugar pra estar
Que dentro do teu coração
Eu sei que protegido estou em ti
Não há melhor lugar pra estar
Que dentro do teu coração
Eu sei que protegido estou em ti
Eu me vejo em teus olhos
Pois sou teu somente teu
Tua vida me transforma

Quando estou nos braços teus
Pois só tu es Santo, Santo
Há um lugar em ti onde não há temor
Onde eu quero estar pra sempre

Quem quiser ouvir clica

Nenhum comentário: