30 de dez de 2012

747

Como ando as voltas com assuntos de amor, prestei atenção. Pois é.. Silêncio esmagador. Somos quase Tom e Jerry,qualquer hora o "dono da casa" pega a gente e diz; Chega!Um olhando pro outro já..




Vieram me perguntar; "o que é o amor pra você?" aí respondi assim:



É não temer o outro. Seja lá o que for contar com o outro. A mágoa é possível, mas é não deixar que a mágoa se transforme em amargura. Ainda sou assustada com as pessoas com as quais me relaciono (daquela cultura machista). É claro que existem as exceções e as exceções são bárbaras e fazem ruborizar o rosto.



Eu convivo com uma já há algum tempo. Os ritmos estão muito hedonistas, falta paciência que é o carro chefe do amor. As pessoas terminam os relacionamentos porque querem grandes excitações, fica aquela sobra do sistema... Uma burrice sem medida por que o sistema foi feito pra falir e a falência leva estes a fazerem loucuras.





Eu acredito no amor bíblico,amor que requer paciência, e um tempo filosófico pra você se questionar. Não é um caminho fácil, é simples, mas não é fácil. Quer uma dica? Entenda o princípio 7.47 “... AQUELE HÁ QUEM POUCO É PERDOADO POUCO AMA" (Lucas 7:40-47). Se você quer que ele dure, o amor tem que perdoar sempre.

Nenhum comentário: