5 de jul de 2010

Natural e leve.

Com vocês o pés quentinhos;
Sai pro culto naquele dia em que tudo estava tão fora do lugar que te quis ao meu lado, só pra ter a cia. da pessoa que me olha, e, mesmo me vendo me acha sempre a melhor coisa do mundo, por ser irremediavelmente e seguramente pra sempre apaixonado.

Arrumamos-nos, esgotada daquele dia estranho fui levando você pela mão fria do inverno belo horizontino.

- Mamãe? Mamãe eu quero fazer xixi.
- Luuuuuuuuucas! Aqui não é lugar meu amor.
-Ponto mamãe agoula poe a fada (fralda) que ta na sua bohça (bolsa)?
-Lucas, você fez xixi no banco da igreja!?!
-Não mamãe, cê é doida? Foi só no pedacinho.

Mil coisas do coração do próprio Deus e eu maravilhada vou lá à frente só pra dar um oi louca pra ir embora com você coisa de mãe que te protege de tudo, me deparo com todas as pessoas e queridas como são, decido ir me levando junto.
Uma pressa de tudo, não sei pra que... Mil olhares. Me invadem como raio X e eu não gostando fico com vontade de chorar. Sou passarinho que voa livre e lindo nesse céu de brigadeiro de nos dois a maior parte das vezes.

Passeando de carro pela cidade, você filosofa deitado:
"Será que ela é homem anhanha também”.
Lá pelas tantas você faz aquele olhar de que vai apagar e daquele jeito era tudo por sua causa, ficamos a te observar, a falar de você e com você.
Em casa é tudo tão seu que não tem espaço pra mais nada.
E minha cabeça de mãe se preocupa com tudo que esta a sua volta querendo saber se faz bem passar por certas coisas.
E você chega na sala, rouba a cena manda beijos pra todo mundo e coloca o Made in China no colo fazendo como paizinho, tudo o que eu, faço contigo.

E no meio disso tudo, o meu sorriso secreto e solto, voando leve de tão encantado.

.Amor meu, é sempre tudo por nossa causa.


ps; atenção especial pra playlist do blog. A segunda musica é a coisa mais linda do mundo inteiro. #Trilhadodiabalanoalvo

Nenhum comentário: